Obrigad@ nas Empresas - Cultura de GRATIDÃO

Obrigad@ nas Empresas - Cultura de GRATIDÃO

| Gratidão | Estado de espírito perante as situações da vida, aceitando como elas naturalmente são e sem que exista qualquer favorecimento material, dívida ou acontecimento que provoque o próprio desejo de ser grato.

Nos últimos 10 anos são inúmeros os estudos científicos realizados sobre Felicidade. Os resultados até agora são complexos e incompletos, mas se quiséssemos tirar uma conclusão convergente poderíamos resumir o conceito de Felicidade a: “Dar las Gracias”, ser agradecido, racional e emocionalmente.

Este sentimento posto em prática, faz nos também saudáveis De acordo a um estudo conduzido pela Universidade de Califórnia as pessoas agradecidas obtêm na própria Gratidão, como estado permanente, os seguintes benefícios:

. Mais bem-estar físico, emocional e mental
. Níveis mais altos de optimismo e felicidade
. Maior sentimento de conexão com os outros e com o mundo (nomeadamente nos momentos de crise ou perda)
. Incremento da autoestima
. Fortalecimento do sistema imune
. Diminuição da pressão sanguínea
. Menor nível de stress, ansiedade e depressão
. Aumento da capacidade de perdão

Isto nos leva à seguinte pergunta: Como podemos cultivar a Gratidão?

. A Gratidão pode e deve ser trabalhada. De acordo a uma série de experimentos publicados no Journal of Personality and Social Psychology, fazer uma lista com todas as coisas pelas quais somos gratos é um bom começo. Manter o hábito ou a disciplina de escrever 3 coisas por dia (grandes ou pequenas) pelas que nos sentimos especialmente gratos nesse dia é uma boa estratégia.

. Muitas vezes os detalhes mais simples são os mais importantes. Passar tempo na natureza, o cheiro da chuva ou da relva, um bom passeio, um sorriso no momento preciso, um café com um amigo…Tomar cada um dos momentos pelos quais nos sentimos gratos como uma oportunidade para cultivar a verdadeira Gratidão consciente. Fazer um registo de estas experiências positivas incrementa os níveis de entusiasmo, motivação, determinação, estimação e energia.

E isto aplica igualmente para as Organizações.

A importância da Gratidão no Business e nas Organizações

Uma pessoa que se sente agradecida, é uma pessoa feliz. As pessoas mais felizes e com mais sucesso tomam o seu tempo para ser, por sua vez, agradecidas, e trabalham esta Gratidão. Continua- se a investigar muito este tema, combinando os estudos científicos com as histórias pessoais que ilustram os benefícios e obstáculos para sentir-se verdadeiramente agradecido.

O seguinte passo agora é demonstrar às Empresas, que realmente o cérebro funciona mil vezes melhor com a prática da Gratidão e atividades associadas à mesma como a Meditação. Isto se traduz para

mais foco, produtividade e melhores decisões
-criatividade e inovação
-menor absentismo e maior engagement.

E é que às vezes esquecemos como esta força que é intrínseca no ser humano tem uma capacidade de fazer aflorar energias que nos fazem sentir importantes, estimados, valorados, e por tanto motivados e felizes, sentimentos que sem dúvida têm tudo a ver com

– a Inteligência Emocional
– o Desenvolvimento de Competências
– a Liderança pelo Serviço
– a Comunicação e
– a Boa Gestão

Empresas têm que compreender que o Desenvolvimento das suas Pessoas e do seu Talento não pode ser efetivo se não se potenciam as qualidade intrínsecas do ser humano.

Tips práticos sobre como construir uma Cultura de Gratidão:

. Começar por um mesmo. Cada um por si. É contagiante.
. Liderança pelo serviço. Exemplo, a melhor forma de inspirar e liderar.
. Especificidade. Agradecer de forma concreta em cada caso e com cada pessoa.
. Autenticidade. Trabalhar conscientemente o “sentir-se grato” até tornar-se automático e genuíno.
. Humildade. O ego fica de parte na equação de sucesso individual, das equipas e dos processos.
. Frequência. Todos os dias agradecer algo a alguém, do mesmo departamento e não só.
. Assertividade. Falar abertamente com transparência, sem agressividade, evitando assim falsas informações e conflitos.
. Apreciação. O sentimento de pertença vem de sermos consequentes o nosso contributo à Organização, mas não só, também de tudo o que a Organização me aporta a mim. Nunca chegamos a nenhum lugar sozinhos. Mais direta ou indiretamente pessoas e/ ou circunstâncias fizeram com que isso acontecesse. Sermos gratos por isso, apreciar, aprender, aproveitar as oportunidades é mais uma vez sentirmo-nos verdadeiramente agradecidos por esse mentoring que reforça dia após dia as nossas habilidades.
. Devolver para a Organização. Aplica aqui o receber para dar. Partilhar o conhecimento obtido para com os outros criando riqueza e crescimento.
. Everlasting Learning. Estar sempre aberto para a aprendizagem. Uma das melhores formas também para cultivar a humildade referida e relativizar o ego.

Expressar Gratidão é a melhor estratégia para a Felicidade plena.
Forbes destaca a importância e os benefícios da Gratidão no entorno laboral, defende-a como uma cultura em si mesma que por sua vez faz constitui a Cultura da Organização.

“O hábito de agradecer libera o fluxo de receber” (Anônimo)