Sabes RESPIRAR?

Sabes RESPIRAR?

Quando nascemos todos respiramos bem. Se olhamos para um bebé e observamos a sua respiração, podemos ver como ela acontece profunda e ritmada, sendo a região abdominal a protagonista da mesma ao movimentar-se como consequência natural do simples ato inato de respirar.

Depois, como quase tudo no mundo adulto, as coisas mudam 🙂 Respiramos mal? Sim. É um facto. No ritmo frenético do dia-a- dia a respiração é testemunho dos acontecimentos, mas não a protagonista dos mesmos. Isso faz com que fique totalmente esquecida e corrompida perante as exigências quotidianas. Acabamos por respirar um maior e por tanto desnecessário número de vezes, de forma ansiosa, entrecortada, ofegante e sem explorar a totalidade da nossa capacidade pulmonar, o que impede que o oxigênio chegue corretamente às nossas células e que estas possam realizar bem as suas funções.

A respiração consciente, tem um impacto muito profundo e abrangente na nossa saúde. Sistemas cardiorrespiratório, digestivo, endócrino, nervoso, linfático e imunológico são brutalmente reforçados. Consequentemente regulamos melhor o stress, temos mais lucidez mental, interagimos melhor socialmente, tomamos melhores decisões, ficamos menos e menos vezes doentes, aumentamos os nossos níveis de energia, e nos familiarizamos com um estado de calma que podemos colocar à nossa disposição para recorrer a ele sempre que pretendermos. Assim, de forma quase automática, o equilíbrio dos nossos biorritmos acontece. As temidas insónias passam a ser uma anedota.

O processo poderoso para alcalinizar, purificar e revitalizar o nosso corpo e todas as suas estruturas, começa sem dúvida na respiração. Para obtermos um resultado reconstrutivo, são importantes 2 factores na execução: a intensidade e o tempo das 4 fases:

*inspiração
*retenção com ar
*expiração
*retenção sem ar

São bastantes as técnicas respiratórias que existem e que trabalhamos, em função do que pretendemos. Conhecer as mesmas e poder utiliza-las nos diferentes contextos da nossa vida é de alguma forma, um seguro de vida.

“A maneira como você respira é a maneira como você vive”